[INFO] IGOR KANNÁRIO PODE SER PRESO

http://sphotos-a.xx.fbcdn.net/hphotos-ash3/c16.0.403.403/p403x403/548120_493666427322811_871183879_n.jpg

Com apenas 28 anos e pouco mais de seis anos de carreira, o cantor Igor Kanário - que ficou conhecido coma  banda A Bronkka, está na mira na Justiça. Na manhã desta terça-feira ( 29) a redação do Bocão News recebeu o advogado Edson Nuno, que representa o empresário da Bronkka, Beto Bonfim. "Entramos com um protestro judicial que foi aceito pelo poder judiciário", disse Nuno ao Bocão News.

A história entre Kanário, A Bronkka e Beto Bonfim começou em 2008, onde um contrato foi firmado por quatro anos, vigente até setembro do ano passado. Mas, ele foi prorrogado e assiando até setembro de 2014. Mas, no fim de novembro de 2012 o cantor Igor Kanário divulgou na rede social, o twitter, que agora seria, de fato, o  Príncipe do Gueto', informação dada com exclusividade pelo Bocão News. Nos posts, Kanário anunciou a carreira solo sem antes comunicar a vontade ao empresário. "Após o anúncio espotãneo dele houve uma tentativa da manutenção do acordo, mas ele queria fazer do jeito dele e queria a carreira solo. Não havia uma justificativa. Assim, ele pegou os empresários de surpresa já com shows marcados para o natal e reveillon", relatou o advogado.

Segundo Nuno, houve conversas com o cantor e se tentou avaliar a proposta, dar margem para que ele colocasse as músicas dele e se se sentisse ainda mais à vontade com o trabalho. "Mas, ele não disse o que queria. Inclusive, havia músicas novas que seriam lançadas", afirmou.

Após as convesars sem sucesso, Igor Kanário começou a ameaçar não comparecer aos shows já agendados da Bronkka. "Tínhamos shows marcados e ele começou a dizer que não iria comparecer e, de fato, não compareceu", disse, revelando que a média do cachê é de R$ 25 mil. "Eram mais de seis shows já agendados. Com isso, as pré-negociações
se desfizeram". A Bronkka contumava realizar sob o comando de Igor Kanário de 10 a 15 shows por mês. "Desde o anúncio da saída não realizamos nenhum", contou.

Duas ações foram movidas contra o cantor - um protetso judicial e outro que confirme que há uma quebra de relação contratual. Esta segunda ação se refere a uma ação ordinária de obrigação de vfazer e não fazer, ou seja, o artista tem que cumpri o contrato sob pena de multa e até mesmo de prisão. Por conta da decisão da desembargadora Maria da Graça Pimentel - que já acatou ao pedido de Edson Nuno, Kanário pode ser preso a qualquer momento.

Além disso, assim que ele receber a intimação - cuja decisão saiu hoje no Diário Oficial do Tribunal de Justiça da Bahia, o vocalista da Bronkk terá que pagar R$ 50 mil ao ex-empresário - já que a desembargadora determinou que a cada show feito por Igor como carreira solo o valor médio do cachê  - R$ 25 mil - deve ser pago à antiga produtora. E mais: por cada dia de descumprimento da decisão Kanário terá que ´pagar R$ 5 mil.

Os R$ 50 mil já equivalem a dois shows realizados por Igor - um na cidade de Eunápolis, realizado no dia 23/12 e outro em Itabuna, no dia 29/12. O valor original da
 multa contratual é de R$ 800 mil. 

O cantor tem mais dois shows marcados para este fim de semana. Um no sábado - na cidade de Tobias Barretol e outro no domingo, na cidade de Acajutiba. A equipe de reportagem do Bocão News tentou entrar em contato com o cantor Igor Kanário, mas não obteve sucesso. "A Justiça irá onde ele estiver", finalizou o advogado do empresário.

Fonte: Bocão News

DEIXE SEU COMENTÁRIO !

 
© Copyright 2010 - 2016 - © Lucas Pagodão | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Lucas Pagodão.